A CRISE DO CAPITAL E A REDEFINIÇÃO DO PAPEL DO ESTADO COMO PROVEDOR DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS

Adriana de Jesus Diniz Farias, Rosangela Andrade do Nascimento

Resumo


O presente artigo visa discutir a redefinição do papel do Estado e suas implicações na política educacional brasileira. O texto tem por objetivo analisar como a redefinição do papel do Estado nos anos de 1990 impactou na provisão das políticas educacionais e observar suas principais consequências para a educação brasileira. A análise centra-se na revisão de estudos de autores que pesquisam acerca dos efeitos do neoliberalismo na educação. Conclui-se que as políticas públicas educacionais adotadas pelo Estado estão voltadas para a lógica do neoliberalismo com a racionalização de recursos, entre outros fatores.


Palavras-chave


Reforma do Estado; Neoliberalismo; Políticas Educacionais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais