A FORMAÇÃO DE EDUCADORES(AS) NO PROJETO PROVE

Roberta Stangherlim

Resumo


O objetivo principal deste trabalho é discutir a importância do Projeto de Valorização do Educador e Melhoria da Qualidade do Ensino (PROVE) como espaço de formação permanente, cuja proposta concretizou-se por iniciativa de um grupo de profissionais da educação que atua em escolas situadas na região de M´Boi Mirim, no município de São Paulo-SP. Para tanto, utilizamos como recurso metodológico a pesquisa bibliográfica, especificamente a consulta da produção acadêmica da segunda metade da década de 1990 e início dos anos 2000 sobre a formação e a profissão docente, destacando a importância da formação centrada na escola, por ser uma referência para pensar a formação contínua do(a) educador(a) na articulação com as práticas educativas, como o clima de trabalho e a cultura organizacional escolar; a análise de publicações e pesquisas específicas sobre o PROVE; e o levantamento de dados das publicações do projeto (revistas e livros), sobretudo no período de 1997 a 2007. Nas considerações finais, apontamos algumas diferenciações do PROVE como espaço de formação docente inter-escolas, dentro de uma proposta de gestão colaborativa e democrática.


Palavras-chave


PROVE; FORMAÇÃO DOCENTE; GESTÃO DEMOCRÁTICA; AUTONOMIA DA ESCOLA.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais