Violência, criminalidade e homicídio:o desrespeito entre parceiros sociais

Luciana Souza Borges, Heloisa Moulin de Alencar

Resumo


Estudos revelam ser crescente a frequência com que homicídios vêm sendocometidos em nosso país e em outros da América Latina e do mundo.No Brasil, o homicídio é um crime perante o qual a punição mais severa éconcedida àqueles que o cometem, denotando a elevada importância quelhe é atribuído em nosso ordenamento legal, pois está entre os comportamentosagressivos mais violentos manifestados pelo ser humano. Trata-sede um crime contra a vida, considerado o mais grave sob a ótica social,moral e jurídica. Objetivamos, então, abordar teoricamente o tema dohomicídio doloso e, para tanto, apresentamos considerações sobre a violênciae a criminalidade com a finalidade de refletir acerca do crime emquestão, tendo em vista esse panorama mais amplo no qual se insere. Apresentamos,por fim, uma perspectiva que visa a uma maior compreensãodo fenômeno estudado, circunscrevendo a análise da literatura tanto aostrabalhos sobre violência quanto ao campo da Psicologia da Moralidade.Nesse sentido, ressaltamos que a natureza multifacetada da violência - e dohomicídio, por consequência - tem demandado novos modelos explicativos.Por essa razão, discutiremos por que a paz e o direito à vida poderãovir da justiça social e do respeito mútuo. Dessa forma, com as relaçõessociais sendo pautadas cada vez mais pela reciprocidade, é que a sociedadecontemporânea deixaria de ter a violência como uma forma endêmica deprodução social, caracterizando, assim, valores morais relevantes, como oda vida, no tom da ética que teremos em nosso convívio social.

Palavras-chave


Violência. Criminalidade. Homicídio. Moralidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.