AS RELAÇÕES DO IDOSO NO COTIDIANO

Benalva Silva Vitorio

Resumo


Trata-se de pesquisa teórica e empírica vinculada ao projeto A arte da
convivência do Grupo de Pesquisa, Comunicação e Cidadania, constituído
por professores e alunos de cursos de graduação da Universidade
Católica de Santos, instituição proponente deste trabalho, realizado nos
municípios de Santos e São Vicente, Região Metropolitana da Baixada
Santista, Estado de São Paulo. A partir da interação com idosos do Lar
Vicentino Assistência a Velhice, Repúblicas Renascer e Vitória, Curso
de Extensão para a Terceira Idade / UniSantos, os membros do Grupo
ouviram suas histórias com objetivo de compreender relacionamentos e
convivência que eles estabelecem com as novas tecnologias, a família, os
amigos, a sociedade e a vida. Por meio de metodologia qualitativa, a coleta
de dados compreende observação participante, entrevista e/ou depoimento
com os sujeitos pesquisados. O método para entender as relações
sociais dos idosos foi ancorado em princípios e procedimentos da Análise
de Discurso da Escola Francesa. Ao descrever o contexto imediato para a
compreensão do contexto amplo, configuramos as condições de produção
do discurso em relação à memória (o já-dito), onde intervém a ideologia,
o inconsciente, o esquecimento, a falha, o equívoco.


Palavras-chave


Idoso, relacionamento, cotidiano.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.