MAPEAMENTO DE ÁREAS DE RISCO DE ALAGAMENTO DO MUNICÍPIO DE GUARUJÁ – SP UTILIZANDO MÉTODO DE ANÁLISE HIERÁRQUICA

ALEXIA BONDIOLLI MANTIS, JHONNES ALBERTO VAZ

Resumo


O processo de urbanização, juntamente com o crescimento desenfreado
da mancha urbana trouxeram consigo diversas consequências negativas
por conta das intensas modificações do uso e ocupação do solo ao longo
dos anos. Uma consequência comum são os alagamentos e enchentes,
desencadeados principalmente pelas alterações do ambiente e do ciclo
hidrológico. O município de Guarujá – SP enquadra-se nesta situação,
tendo sua área estudada a fins de possibilitar a geração de um mapa de
risco de alagamentos, através da utilização do método AHP (Analytic
Hierarchy Process) integrado ao geoprocessamento. A aplicação dessa metodologia,
ligada com as tecnologias disponíveis na atualidade, traz um
conceito moderno de ferramenta de estudo de caso, podendo este ser
realizado de maneira remota e viável, correlacionando os fatores de influência
para a causa ou agravamento de alagamentos e enchentes, bem
como possibilita a criação de um cenário no qual a drenagem opera com
total eficiência. Tal feito permitiu a obtenção de um resultado de caráter
visual e de melhor compreensão da situação enfrentada pelo município estudado,
além de confirmar a praticidade da metodologia escolhida como
ferramenta de estudo da área.


Palavras-chave


alagamentos, urbanização, AHP, geoprocessamento, SIG.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.