Algumas reflexões de infância no e do campo

Autores

  • Geralda Maria de Bem Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
  • Cícero Nilton Moreira da Silva Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN

Resumo

Este texto aborda a concepção de infância no e do campo, enfatizando suas experiências, sua história, sua cultura, construídas socialmente e compartilhada, em contextos rurais. Tem como objetivo, identificar as concepções das infâncias que vivem no cenário rural. Utilizamos como procedimentos metodológicos a pesquisa de cunho bibliográfico, respaldados nos autores Rocha (2013), Gobbi e Finco (2013) Silva (2013), Caldart (2011), Gonçalves (2003), dentre outros, que discutem a temática em estudo. Portanto, este estudo nos oportunizou compreender a relevância do cotidiano vivido pelas crianças, sua concepção de mundo advindas das suas múltiplas experiências, seu modo de viver sua infância, ou seja, a infância do campo possui um significado próprio, visto que se encontram nesse cenário, crianças assentadas, acampadas da reforma agrária, quilombolas, ribeirinhas e camponesa.  

Palavras-chave: Infâncias no e do campo. Rural. Campo.

Biografia do Autor

Geralda Maria de Bem, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Mestrado em Ensino pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2016). Especialização em Psicopedagogia Institucional pelas Faculdades Integradas de Patos (2006). Especialização em Educação Infantil pelo Instituto Superior de Educação de Cajazeiras (2010) e Especialização em Educação e Linguagens para Multiculturalidade pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2014).

Cícero Nilton Moreira da Silva, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN

Graduação em Geografia/Licenciatura pela Universidade Estadual do Ceará (2000), Mestrado em Geografia também pela Universidade Estadual do Ceará (2003) e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Ceará - UFC (2013). Atua como Professor Adjunto, do Quadro Permanente, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN (Campus de Pau dos Ferros-RN), com atividade de pesquisa junto ao Núcleo de Estudos de Geografia Agrária e Regional (NuGAR) e ao Núcleo de Estudos em Educação (NEEd), ambos vinculados à PROPEG/UERN. Faz parte do corpo docente permanente do Programas de Pós-graduação em Ensino (PPGE), mais especificamente do Curso de Mestrado Acadêmico em Ensino (CMAE), bem como do Programa de Pós-graduação em Planejamento e Dinâmicas Territoriais do Semiárido (PLANDITES), ambos sediados no CAMEAM/UERN.

Referências

AZEVEDO, Márcio Adriano de; Política de educação do campo: concepções, processos e desafio. In: Pontos e contrapontos da política educacional: uma leitura contextualizada de iniciativas governamentais (Org) Antônio Cabral Neto [et al]. Brasília: Liber Livro Editora, 2007. p. 145-173.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. Brasília, dez. 1996.

__________. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CEB, nº 36/2001. Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Brasília, MEC/CNE, 2001.

CALDART, Roseli Salete. Pedagogia do Movimento Sem Tterra: escola é mais do que escola. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2000.

FERNANDES, Bernardo Mançano; Diretrizes de uma Caminhada. In: (Orgs): ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART Roseli Salete; MOLINA, Monica Castagana. Por uma educação do campo. Petrópolis, RJ: Editora Vozes. 2011. p. 133-145.

GOBBI, M.; FINCO, D. Meninas e meninos em assentamentos do MST: representações e diferentes modos de ver e sentir da infância do campo. In: S. I. de O. (Orgs.) Infâncias do campo. Belo Horizonte, autentica, 2013, p.59-89. (Coleção caminhos da educação do campo).

GONÇALVES, Elisa Pereira. Conversas sobre iniciação a pesquisa científica. Campinas, SP: Editora Alínea, 2003.

KOLLING, Edgar Jorge; NERY, Irmão; MOLINA, Mônica Castagna. (orgs). Por uma educação básica do campo. n.º 1, Brasília, 1999.

KRAMER, Sônia. A política do pré-escolar no Brasil. 9ª ed. São Paulo, Cortez, 2011. Biblioteca da Educação.

MOLINA, Mônica Castagna; FERNANDES, Bernardo Mançano. (Orgs). Contribuições para a construção de um projeto de educação do campo. Coleção: Por uma Educação do Campo vol.5, Brasília, 2004.

OLIVEIRA e SILVA; SOARES da SILVA, Ana Paula; MARTINS, Aracy Alves. (orgs). Infâncias no e do campo: como as crianças vivem, brincam, estudam e compartilham experiências? In: Infâncias do Campo, (Coleção Caminhos da Educação do Campo). Autêntica: Belo Horizonte, 2013, p.13-22.

ROCHA, Maria Isabel Antunes. Prefácio. In: Infâncias do Campo, (Coleção Caminhos da Educação do Campo). Autêntica: Belo Horizonte, 2013. p. 9-11.

PASUCH, Jaqueline; MORAES, Eulene Vieira. Retratos sociológicos das infâncias do campo. In: OLIVEIRA e SILVA Isabel; SOARES da SILVA, Ana Paula; MARTINS, Aracy Alves. (orgs). Infâncias do Campo, (Coleção Caminhos da Educação do Campo). Autêntica: Belo Horizonte, 2013, p.77-89.

SOUZA, Edmacy Quirina de. Por uma compreensão Histórico-Filosófico da Infância. In: CAMPOS, Gleisy Vieira; LIMA, Lilian (orgs). Por dentro da educação infantil: a criança em foco. Editora. Wak, Rio de Janeiro, 2010, p. 15-29.

Downloads

Publicado

2021-02-06