Apresentação do Dossiê: Formação de Professores: pedagogia, crescimento emocional e paixão docente

Coordenação: Pedro Demo; Renan Antônio da Silva e Maria Cecília de Souza Minayo

Autores

  • Renan Antônio da Silva Centro Universitário do Sul de Minas e Universidade Federal do Amazonas
  • Maria Cecília de Souza Minayo Fiocruz
  • Pedro Demo Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Dossiê, políticas públicas educacionais; educação e saúde; tecnologias digitais; educação inclusiva; processos formativos.

Resumo

Ninguém será contra assumir a dimensão do amor como inspiração mais fundamental da pedagogia. Mas isto é bem diferente de exarar, pragmaticamente, uma pedagogia do amor, com reformulação, por exemplo, da práxis escolar. Quando assumimos a formação socioemocional na escola, parece consensual que não se reduz apenas ao lado da aceitação do outro, da harmonia ambiental, do entrosamento e qualidade de vida. Inclui, na mesma dimensão, a ambiguidade da vida, seus lados complicados, os conflitos, as lacunas, também os infindos problemas nesta área. Entendemos que seria afoito achar que, pregando o amor, vamos debelar os desafios socioemocionais na escola, porque uma política educacional não pode ser apelativa, moralista, simplista. Ao mesmo tempo que se inspira no amor como acatamento do outro, precisa dar conta dos problemas socioemocionais, dos desencontros, dos déficits, das depressões, dos desencantos. Por outra, seria antipedagógico montar uma política escolar apenas baseada nos problemas, só vendo problemas, como se os alunos só fossem problema. Aí entra Maturana, lembrando que a vida tem, em sua camada biológica, a inscrição da aceitação do outro, da convivência cooperativa e igualitária (Demo; Silva; Minayo, 2021, p.11)

 

Biografia do Autor

Renan Antônio da Silva, Centro Universitário do Sul de Minas e Universidade Federal do Amazonas

Pesquisador Titular no Departamento de Pesquisa do Centro Universitário do Sul de Minas (Unis). Professor e Pesquisador Visitante no Programa de Pós - Graduação em Educação pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Pesquisador Colaborador Júnior junto ao Programa de Pós Graduação em Direitos Humanos e Cidadania da Universidade de Brasília - UnB. Pós - Doutor pelos seguintes Programas: Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN),  Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/ Marília), História pela University of Warwick (Reino Unido),  Educação pela Universidad de Sevilla (Espanha), Ciências Sociais e do Comportamento pela Universidade da Coruña (Espanha),  Educação pela Universidade Estadual Do Sudoeste Da Bahia (UESB), Ensino pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), História pela Universidade de Évora (Portugal) e em Políticas Públicas pela Universidade de Mogi das Cruzes. Pós - Doutorando em Direitos Humanos e Cidadania pela Universidade de Brasília (UnB). Doutor  em Educação Escolar (2018) pela UNESP/ Araraquara. Realizou o Estágio Doutoral com bolsa CAPES/PDSE, junto ao Centro em Investigação Social (CIS) pelo Instituto Universitário de Lisboa - ISCTE - Portugal (2015-2016). Mestre em Desenvolvimento Regional e Políticas Públicas (2014). Licenciado em Ciências Sociais (2011). Editor Colaborador nos Periódicos Temas em Educação e Saúde , DOXA: REVISTA BRASILEIRA DE PSICOLOGIA E EDUCAÇÃO (UNESP) e  Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação (RIAEE). Participa, como pesquisador das Cátedras Unesco -  José Saramago, Universidade do Vigo (Espanha), Research and Social Responsibility in Higher Education, University of Victoria (Canadá) e  Intangible and Tradicional Know-how: Linking Heritage (Universidade de Évora) e da Cátedra  Ignacy Sachs (PUC/SP).Membro Honorário Dell Accademia di Scienze Umane -  Pontificia Università Urbaniana (Itália). Membro Honorário na National Science Teaching Association (EUA), na NATIONAL ACADEMY OF EDUCATIONAL SCIENCES OF UKRAINEU (Ucrânia) e Membro Honorário da American Anthropological Association (fundada por Franz Boas em 1902). Foi Docente Permanente no Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas (PPG-PP) da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) com bolsa PNPD/CAPES. Líder no Grupo de Pesquisa em Ensino Profissional e Formação Docente e Discente - GPEPFDD (UNIS/MG).Líder no Grupo de Pesquisa em Educação, Cultura, Memória e Arte (GPECUMA - UNESP). Pesquisador no Formação Humana Integral na escola básica no Brasil: sujeitos, territórios, dimensões e interfaces, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, liderado pela Profa. Dra. Jaqueline Moll. Pesquisador Convidado no Centre for Citizenship, Conflict, Identity and Diversity (University of Huddersfield).  Pesquisador no  Grupo de Investigación Escritoras y Escrituras - Universidad de Sevilla. Pesquisador Associado em dois projetos na  Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Foi Consultor no United Nations Educational, Scientific, and Cultural Organization (UNESCO).  Foi Professor - Visitante na Universidade Estadual do Tocantins (UNITINS). Publicou mais de 100 artigos científicos, capítulos de livros, 08 livros e organizou outras 8 obras. Escreve e pesquisa ao lado dos renomados professores Dra. Maria Cecília de Souza Minayo e Dr. Pedro Demo. Recebeu diversos prêmios e honrarias (Títulos de Cidadania). Membro editorial em 15 periódicos. Membro do Comitê Científico Nacional da Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação (Qualis A2). Avaliador Ad Hoc em 36 revistas científicas, destacando os  seguintes  periódicos:  Educação e Pesquisa USP, Revista Ciência & Saúde Coletiva  Fiocruz e Educational Philosophy and Theory. Membro e avaliador na Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd).

Maria Cecília de Souza Minayo, Fiocruz

Possui graduação em Sociologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1978), graduação em Ciências Sociais - City University of New York (1979), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985) e doutorado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (1989). Desde 1997 é editora científica da revista Ciência & Saúde coletiva da Associação Brasileira de Saúde Coletiva e pesquisadora titular da Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência na área de Saúde Pública, com ênfase em Saúde Coletiva, atuando como professora, pesquisadora e orientadora principalmente nos seguintes temas: metodologia de pesquisa social, metodologia da pesquisa social em saúde pública, violência e saúde, causas externas, violência, violência autoinfligida, saúde coletiva e saúde e sociedade. Já orientou 80 teses e dissertações, publicou 225 artigos científicos publicados, 204 capítulos de livros e 40 livros sendo 7 individualmente e 34 como organizadora e em colaboração. É bolsista 1A de produtividade do CNPQ e pesquisadora emérita da FAPERJ e da FIOCRUZ. E-mail: lepp@rc.unesp.br

Pedro Demo, Universidade de Brasília

Possui graduação em Filosofia - Bom Jesus (1963) e doutorado em Sociologia - Universität Des Saarlandes/Alemanha (1971). Professor titular aposentado da Universidade de Brasília, Departamento de Sociologia. Professor Emérito. Fez pós-doutorado na UCLA/Los Angeles (1999-2000). Tem experiência na área de Política Social, com ênfase em Sociologia da Educação e Pobreza Política. Trabalha com Metodologia Científica, no contexto da Teoria Crítica e Pesquisa Qualitativa. Pesquisa principalmente a questão da aprendizagem nas escolas públicas, por conta dos desafios da cidadania popular. Publicou mais de 100 livros. Pesquisador 1B CNPq. E-mail: lepp@rc.unesp.br

Referências

ASPA-DF. 2014. ENEM - As escolas conteudistas saem na frente. 22 Dez. Disponível em: <http://www.aspadf2011.org.br/2014/12/enem-as-escolas-conteudistas-saem-na.html>

BARCELOS, V. Por uma ecologia da aprendizagem humana – o amor como princípio epistemológico em H.R. Maturana. Revista Educação XXIX (3):581-597, 2006. Disponível em:

BRETAS, A.L. 2018. O que aprendi com Maturana sobre o amor, a educação e a vida. Disponível em: <https://medium.com/@alexbretas11/o-que-aprendi-com-maturana-sobre-educa%C3%A7%C3%A3o-e-sobre-a-vida-4dc3964a3027>

DEMO, P. 2020a. O que resta da escola na vida. Disponível em: < https://drive.google.com/file/d/1swMQ-4m1DKJ4Nhfa_CbxrR4upYKZLPBG/view

MORAES, M.C. Educar na biologia do amor e da solidariedade. Rio de Janeiro:Vozes, 2002.

NAPUTANO, M. & JUSTO, J.S. A biologia do conhecer de Maturana e algumas considerações aplicadas à educação. Ciência da Educação 24(3):729-740, 2018. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/1swMQ-4m1DKJ4Nhfa_CbxrR4upYKZLPBG/viewhttps://www.scielo.br/pdf/ciedu/v24n3/1516-7313-ciedu-24-03-0729.pdf>

PELLANDA, N.M.C. Maturana e a Educação. São Paulo: Autêntica, 2009.

PEROSA, G.S. & DANTAS, A.S.R. A escolha da escola privada em famílias dos grupos populares. Educação e Pesquisa 43(4):987-1004, 2017.

ROSSETTO, E. A educação à luz do pensamento de Maturana. Educação Especial 32:237-246, 2008. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/1swMQ-4m1DKJ4Nhfa_CbxrR4upYKZLPBG/view-https://core.ac.uk/download/pdf https://core.ac.uk/download/pdf/270298687.pdf>.

SCHLICHTING, H.A. A biologia do amor e a biologia do conhecimento de H. Maturana: Contribuições à formação de professores e à educação ambiental. Dissertação de Mestrado, UFSM, 2007. Disponível em: <https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/6787/HOMEROSCHLICHTING.pdf?sequence=1&isAllowed=y>

TREIN, D. & BACKES, L. A biologia do amor para uma educação sem distâncias. 15º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância – CIAED, 2009. Disponível em:< http://www.abed.org.br/congresso2009/CD/trabalhos/1552009214901.pdf>

Downloads

Publicado

2021-03-21