Pesquisa em Educação por meio da pesquisa-ação

Autores

Resumo

O presente artigo tem, como objetivo, explicitar e analisar algumas características metodológicas da pesquisa-ação e da relação do pesquisador com o seu outro na perspectiva da alteridade, dialogicidade e escuta sensível. Entre os questionamentos destacamos: quais as principais características da pesquisa-ação aplicadas à educação? Quais fatores podem contribuir no fazer investigativo do pesquisador com o outro na pesquisa-ação? A pesquisa bibliográfica balizou nossa proposta e foi fundamental para o melhor entendimento das características, etapas e conceitos da pesquisa-ação. Entendemos que, nos processos investigativos sobre a educação, as diversas formas de expressar as falas dos outros nos remetem aos cotidianos, sendo que, nos processos de pesquisa, os atores sociais estabelecem sentidos e ressignificam seus saberes constantemente.

Palavras-chave: Pesquisa-ação. Alteridade. Dialogicidade. Escuta sensível.

Biografia do Autor

Andressa Lima da Silva, Universidade Federal de Rondônia, UNIR, Porto Velho

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar Mestrado e Doutorado Profissional da Universidade Federal de Rondônia (PPGEE/Prof./UNIR). Mestra em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar Mestrado e Doutorado Profissional da Universidade Federal de Rondônia (PPGEE/Prof./UNIR). Professora do Instituto Federal de Rondônia (IFRO), Campus Ariquemes.Pesquisadora - ORCID: https://orcid.org/0000-0001-8253-9867. E-mail: andressa.lima@ifro.edu.br. Pós-graduada em Gestão Integrada, Administração Pública e Educação do Campo; Graduada em Educação Física pela Universidade Federal de Brasília; Graduada em Pedagogia pela Faculdades Integradas de Ariquemes. Desenvolve projetos de pesquisa e extensão inter-relacionados a Pesquisa-ação. É integrante do grupo de Pesquisa Multidisciplinar em Educação e Infância da Universidade Federal de Rondônia (EDUCA/UNIR), do Grupo de Pesquisa e Estudos em História da Educação, Instituições e Gênero (GPHEG/UFMT) e do Grupo de pesquisa Sociedade Educação, Ciência e Tecnologia na amazônia Ocidental (GPSECTAO/IFRO). Desenvolve pesquisa sobre História da Educação Rural: processos formativos para professores leigos e ações pedagógicas em Rondônia (1982 a 2016) com financiamento do CNPQ junto ao grupo EDUCA/UNIR e pesquisa sobre Trabalho de professoras e professores rurais no Brasil: PR, SP, MG, MT, PE, PI, SE, PB, RO (década de 40 a 70 do século XX) também com financiamento do CNPq/UNESP-Rio Claro em parceria com a UNIR. Atua e desenvolve pesquisas na área da Educação nos seguintes campos: Infâncias da Escola Rural, o Brincar e as Brincadeiras das crianças, História e Historiografia da Educação, História das Instituições Escolares com ênfase na formação de professores, professores rurais leigos, Políticas Públicas, Memórias, Cultura Material e Imaterial da Escola, Ações Pedagógicas do Professor da Escola Rural e Metodologia da Pesquisa-ação. 

Juliana Cândido Matias, Universidade Federal de Rondônia, UNIR, Porto Velho

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar -Mestrado e Doutorado Profissional da Universidade Federal de Rondônia (PPGEE/Prof/UNIR). Mestra pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu, Mestrado Acadêmico em Educação da Fundação Universidade Federal de Rondônia - (PPGE/UNIR). Pós-graduada em Gestão, Orientação e Supervisão, com ênfase em Psicologia educacional pela Faculdade de Rolim de Moura (2010). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Rondônia (2009). Atualmente está Diretora Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) de Rolim de Moura/RO. Foi coordenadora do programa Novo Mais Educação (2017). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Alfabetização, Educação Infantil e Coordenação de Projetos . Atuou como Professora Supervisora do programa PIBID pela Universidade Federal de Rondônia, Subprojeto de Pedagogia em Rolim de Moura-RO (2014-2018). Integra o Grupo de Pesquisa (EDUCA). Compõe as linhas de pesquisa: Educação infantil e infância; Políticas públicas, gestão educacional e escolar. É integrante do projeto de pesquisa intitulado: História da educação rural: processos formativos para professores leigos e ações pedagógicas em Rondônia (1982 a 2016); é membro do projeto de extensão: DIÁLOGOS.COM Pedagogias: centelhas educativas na/da história da educação rural e/ou ribeirinha. Desenvolve investigações nos seguintes campos: Escola Rural e Ribeirinha; Políticas Públicas; História da Escolarização de Crianças/Infâncias; Memórias, Cultura Material e Imaterial da Escola.

Josemir Almeida Barros

 

Professor, Pesquisador e Extensionista do Departamento de Ciências da Educação (DECED). Integrante do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar - Mestrado e Doutorado Profissional (PPGEE/Prof.) e do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação - Mestrado Acadêmico em Educação (PPGE/MEDUC), ambos da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Campus Porto Velho (PVH). Pós-Doutor em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) - (2019). Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia (PPGEd/UFU) - (2013) com Estágio Sanduíche no Instituto de Educação da Universidade do Minho em Braga - Portugal (2012). Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ProPEd/UERJ) - (2008). Especialista em História do Brasil pelo Programa de Especialização de Professores de Ensino Superior (PREPES) da (PUC-MG) - (2000). Graduado em História pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - (1997) e em Pedagogia pela Universidade de Uberaba (UNIUBE) - (2016). Foi Vice-Chefe do DECED/UNIR (2016-2018). É vice-coordenador da Rede de Pesquisa, Ensino e Extensão em Educação nas Regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil e na América Latina - RECONAL-Edu. Coordena pesquisas sobre Educação Rural com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fundação Rondônia / FAPERO). Integrante do conselho editorial da Revista EDUCA, parecerista de manuscritos/periódicos e consultor ad hoc do CNPq. Vice-líder do Grupo de Pesquisa Multidisciplinar em Educação e Infância (EDUCA/DECED/UNIR). Integrante do Grupo de Pesquisas em História do Ensino Rural (GPHER/PPGEd/UFU) e do Grupo de Pesquisa e Estudos em História da Educação, Instituições e Gênero (GPHEG/UFMT). Atua e desenvolve investigações Acadêmicas e Interventivas/Pesquisa-ação nos seguintes campos: História e Historiografia da Educação; História das Instituições Escolares; Escola Rural; Políticas Públicas; Legislação Educacional; História da Escolarização de Crianças/Infâncias, Jovens e Adultos; Memórias, Cultura Material e Imaterial da Escola; Ações Pedagógicas do(a) Professor(a) da Escola Rural/Ribeirinha; Educação do Campo e Educação Popular. Ministrou disciplinas no curso de Pedagogia da UAB/EAD/UNIR. Atuou como Professor, Pesquisador e Extensionista da Faculdade de Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais, Campus B. Hte./MG. Integrou o Programa de Pós-Graduação Stricto-Sensu em Educação (PPGE/FaE/UEMG/C.B.Hte.). Foi Professor tutor e elaborador de conteúdos para o curso de Pedagogia da UAB/EAD/FaE/UEMG. Foi Chefe e Subchefe do Departamento de Psicologia da Educação e Metodologia da Pesquisa (DPEMP), compôs a Câmara Departamental, o Conselho Departamental e o Colegiado do Curso de Pedagogia da (FaE/UEMG/C.B.Hte.). Participou do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação de Jovens e Adultos (NEPEJA) e do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Filosofia e História da Educação (NEPFHE), ambos da (FaE/UEMG/C.B.Hte.). Ministrou aulas nas Faculdades de História e Comunicação da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG/B.Hte.). Foi Professor dos Cursos de Licenciaturas do Campo (História e Pedagogia) da Faculdade de Filosofia e Letras de Diamantina da Fundação Educacional do Vale do Jequitinhonha (FAFIDIA/FEVALE). Foi Coordenador Regional de Projeto de Extensão vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) - Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (PRONERA) pela (FaE/UEMG/C.B.Hte.). Em suas atividades profissionais interagiu com vários colaboradores em co-autorias de produtos científicos.

 

Referências

AMORIM, Marilia. O pesquisador e seu outro: Bakhtin nas ciências humanas. São Paulo: Musa, 2004.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BARBIER, René. A pesquisa-ação. Brasília: Liber Livro, 2004.

BOSQUÊ JÚNIOR, Carlos Alberto. O fazer do professor de arte no contexto da escola rural em Guajará-Mirim/RO. 2019. 115 f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) - Curso de Pós-graduação em Educação Escolar: Mestrado e Doutorado Profissional, Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Porto Velho, 2020.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Pedagogia da pesquisa-ação. Educação & Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 483-502, set./dez. 2005.

FRANCO, Maria Amélia Santoro; LISITA, Verbena. Action research: limits and possibilities in teacher education. British Education Index (BEI), Brotherton Library-University, p. 1-15, 2004.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREITAS, M. T. SOUZA, S. J. KRAMER, S. Ciências Humanas e Pesquisa: Leituras de Mikhail Bakhtin. São Paulo: Cortez Editora, 2007.

LEWIN, Kurt. Action Research and minority problems. Journal of Social Issues, New York, v, 2, p. 33-34, 1946.

MATIAS, Juliana Cândido; NUNES, Márcia Jovani de Oliveira; SILVA, Andressa Lima da; BARROS, Josemir Almeida. Perspectivas metodológicas e os bordados na pesquisa qualitativa em educação. EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação, Porto Velho, v. 6, n. 13, p.128-145, 30 mar. 2019. Educa - Revista Multidisciplinar em Educação. http://dx.doi.org/10.26568/2359-2087.2019.3721. Acesso em: 09 de out. 2020.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis/RJ: Vozes, 2016.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand, 2000.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez: Brasília, D.F. UNESCO, 2000.

MORIN, Edgar. Introduction à la complexe. Paris: E.S.F., 1990.

NUNES, Marcia Jovani de Oliveira. Do professor leigo ao graduado no magistério rural: ações pedagógicas e processos formativos na transição do século XX para o XXI em Colorado do Oeste - RO. 2019. 211 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Curso de Pósgraduação em Educação Escolar: Mestrado e Doutorado Profissional, Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Porto Velho, 2019.

PENA, A. C. Diálogo, alteridade e agir ético na educação: um encontro entre Martin Buber, Mikhail Bakhtin e Paulo Freire. Educação e Filosofia, v. 31, n.62, p. 751-781, mai./ago. 2017.

PICHETH, Sara Fernandes. CASSANDRE, Marcio Pascoal. THIOLLENT, Michel Jean Marie Analisando a pesquisa-ação à luz dos princípios intervencionistas: um olhar comparativo, Porto Alegre, v. 39, n. esp. (supl.), s3-s13, dez.2016.

SILVA, Andressa Lima da. Infâncias da terra: histórias, memórias e suas repercussões na prática docente em escolas rurais de Ariquemes – RO. 2019. 202 f. Dissertação: Programa de Pós-graduação em Educação Escolar: Mestrado e Doutorado Profissional em Educação Escolar, Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Porto Velho, 2019.

SOUZA, Solange Jobim e. Mikhail Bakhtin e as ciências humanas: sobre o ato de pesquisar. In: FREITAS, M. T. (org.). Escola, tecnologias digitais e cinema. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2011.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. 18. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e pesquisa, v. 31, n. 3, p. 443-466, 2005. https://doi.org/10.1590/S1517-97022005000300009.

Downloads

Publicado

2021-09-13