Formação de professores e tecnologia: uma experiência entre professores iniciantes e professores experientes

Autores

  • Danieli Dias da Silva Universidade Federal de Pelotas
  • Márcia Helena Sauaia Guimarães Rostas Instituto Federal de Educacao Ciencia e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (Pelotas)

Palavras-chave:

Formação docente, Inclusão digital., História Oral., Experiência docente.

Resumo

Este artigo tem o intuito de refletir sobre a aproximação de professores experientes (PE) e professores iniciantes (PI), a partir de um curso de formação em inclusão digital. Os participantes desse estudo são duas professoras da Rede Municipal de Ensino e dois acadêmicos do curso de Licenciatura em Computação. A pesquisa tem como base teórica os estudos desenvolvidos por Moran (2012), Nóvoa (2007, 2009), Pimenta (2012), Tardif (2013) e outros autores. Com base na metodologia de história oral, os dados foram coletados por meio de entrevista. Os sentimentos e opiniões elucidados pelos participantes da pesquisa, nos fazem perceber que as tecnologias abrem novas possibilidades à educação, mas que exigem uma nova postura do professor.

Palavras-chave: Formação docente. Inclusão digital. História oral. Experiência docente.

Biografia do Autor

Danieli Dias da Silva, Universidade Federal de Pelotas

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Pelotas e Membro do Grupo de Pesquisa GEALE. Mestre em Educação e Tecnologia pelo Instituto Federal Sul-rio-grandense e Membro do GP:Discurso Pedagógico. Especialista em Metodologias do Ensino de Línguas e Literatura pela Universidade Federal do Pampa (2014). Graduada em Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Federal do Pampa - Campus Jaguarão (2013). Professora no município do Capão do Leão/RS. Atualmente Vice-Diretora na E.M.E.F Profº Elmar da Silva Costa. Tem interesse pela área de aquisição de linguagem, processos de alfabetização e formação de professores.

Márcia Helena Sauaia Guimarães Rostas, Instituto Federal de Educacao Ciencia e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (Pelotas)

Licenciada em Pedagoga (UFMA), Mestre em Economia (UFPE) e Doutora em Linguística e Língua Portuguesa (UNESP-Araraquara). Líder do GP Discurso Pedagógico. Desenvolve estudos na área da Educação, Trabalho e Tecnologia priorizando temas que envolvem desigualdade racial e de gênero, minorias sociais, Educação Popular, Cultura e políticas públicas. Articula seus estudos a partir dos pressupostos do materialismo histórico e dialético. Professor adjunto do Departamento de Graduação e Pós-Graduação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense, campus Pelotas atua como docente permanente do PPG Educação e Tecnologia e Docente na área de Estágio Curricular e Didática na Licenciatura em Computação. Atuou como Coordenadora Pedagógica da Licenciatura em computação e Coordenadora do Curso de Pós-Graduação em Educação, modalidade EaD, no âmbito da Universidade Aberta do Brasil (UAB). Integra o Banco de Avaliadores do INEP. Coordena a área da computação PIBID - IFSUL - campus Pelotas.

Referências

ALMEIDA, M. I.; GHANEM, E.; BICCAS, M. S. Formação de professores(as) na perspectiva de uma aprendizagem participativa. IN: PIMENTA, S. G. FRANCO, M. A. S. (Orgs.) Pesquisa em educação: Possibilidades investigativas, formativas da pesquisa-ação. Volume 2. 2.ed. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

MORAN, J. M. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. – 5. ed. – Campinas, SP: Papirus, 2012.

MEIHY, J. C. S. B.; HOLANDA, F. História Oral: como fazer, como pensar. 2. ed. – 5ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2017.

NÓVOA, A. Os Professores e as histórias da sua vida. In: NÓVOA, A. (Org.) Vidas de professores. Porto: Porto, 2007.

NÓVOA, A. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009. .

PIMENTA, S. G. (Org.) Saberes pedagógicos e a atividade docente. São Paulo: Cortez, 2012.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 15. ed. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

Downloads

Publicado

2021-09-13