Ensino Remoto: relato de experiências da interação em contexto digital

Autores

  • Iris Maria dos Santos Farias Universidade Federal de Alagoas
  • Maria Aparecida Pereira Viana Universidade Federal de Alagoas
  • Cleide Jane de Sá Araújo Costa Universidade Federal de Alagoas

Palavras-chave:

Ensino remoto., Contexto Digital., Interação

Resumo

Devido à situação pandêmica, as aulas apoiaram-se em Tecnologias Digitais (TD), encarando o desafio de utilizar o sistema de ensino remoto como meio de prevenir a propagação da Covid-19. Como a educação foi impactada em todas as etapas, há uma inquietação no despertar de como ocorreu a interação no contexto digital em prol do processo de ensino e aprendizagem. Nesse aspecto, o artigo visa discutir e analisar a conceitualização e a importância da interação em prol do trabalho colaborativo, a partir de relatos de cinco estudantes de uma disciplina do Curso do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Alagoas. Trata-se de uma metodologia de pesquisa qualitativa descritiva, tendo sido aplicado um questionamento para a turma, por meio do moodle. Os resultados demonstram as vantagens e desvantagens advindas da modalidade remota, ao transversalizar com as conexões digitais durante o período de isolamento social. Espera-se que o artigo acrescente subsídios às discussões já desenvolvidas, a serem repensadas na área educativa, a fim de garantir condições de aprendizagem aos estudantes e visibilizar a virtualização como pressuposto de ensino frente a uma situação emergencial.

Biografia do Autor

Iris Maria dos Santos Farias, Universidade Federal de Alagoas

Mestranda em Educação (PPGE/CEDU/UFAL), Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Alagoas, Campus Maceió. Atualmente é membro do Grupo de Pesquisa: Tecnologias da Informação e Comunicação na Formação de Professores Presencial e a Distância Online (TICFORPROD). 

Maria Aparecida Pereira Viana, Universidade Federal de Alagoas

Doutora em Educação  pela PUC-SP (2013). Mestre em Educação Brasileira (UFAL, 2003), Especialista em Informática e Metodologia Educacional no Ensino Superior e Educação a Distância com ênfase em Docência e Tutoria em EAD (PUC-RS). É graduada em Pedagogia Licenciatura Plena (UFAL, 2003). Professora do Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas, na Graduação e Pós-Graduação. Atualmente na função de Coordenador Adjunto da Universidade Aberta do Brasil/UAB/UFAL. 

Cleide Jane de Sá Araújo Costa, Universidade Federal de Alagoas

Doutora em Educação (Université de Provence Aix-Marseille I, 2002) e em Linguística (UFAL, 2002), mestre em psicologia (Université de Provence Aix-Marseille I, 1996), Bacharel em Administração (UFPB, 1989), licenciada em Psicologia (UEPB, 1990). Atualmente é professor Associoado III do Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas, atuando no Programa de Pós-Graduação em Educação , na linha de pesquisa Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação (PPGE).

Referências

ALVES, L. Educação remota: entre a ilusão e a realidade. Educação. Interfaces científicas. Aracaju. v.8(3), 2020. p. 348–365. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/educacao/article/view/9251/4047. Acesso em: 17 jun. 2021.

AMORIM, A.G. P. Ambiente virtual de aprendizagem – moodle: possibilidades de autoria, gestão e colaboração na educação básica e na pós-graduação. In: LIBERALI, Fernanda Coelho (org.); et al. Educação em tempos de pandemia: brincando com um mundo possível. 1 ed. Campinas, São Paulo: Pontes editores, 2020. p. 65-71.

ARAÚJO, N. S.; ZAVAM, A.; HISSA, D. L. A. Material didático em EaD: a produção de webaula. In: ROCHA, Elizabeth M.; JOYE, Cassandra R.; ARAÚJO, Régia T. S. (Org.). Material didático na EaD: caminhos de autoria. Dourados: UEMS, 2014, v. 1, p. 22-38. Disponível em: http://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/42447/1/2014_capliv_nmsaraujoaszavam.pdf. Acesso em: 08 de jun. 2021.

BARBOSA, C. M. A. M. A aprendizagem mediada por TIC: interação e cognição em perspectiva. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância. São Paulo. 2012. p. 83 – 100. Disponível em: http://seer.abed.net.br/edicoes/2012/artigo_07_v112012.pdf. Acesso em: 27 de jul. 2021.

BRASIL, Presidência da República. Decreto n. 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/2005/decreto-5622-19-dezembro-2005-539654-publicacaooriginal-39018-pe.html. Acesso em: 26 de jul. de 2021.

BUSTAMENTE, S. B. V. Criando um ambiente de exploração do pensar: o papel do facilitador no ambiente logo. In: VALENTE, José Armando. O professor no ambiente logo: formação e atuação. Campinas: São Paulo, UNICAMP/NIED. 1995. p.59-70.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. Tradução de Roneide Venancio Majer. 13. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos, qualitativo e misto. 2.ed. Porto Alegre. Artmed. 2007.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra. 2005.

FREITAS, M. A. S. PIMENTEL, F. S. C. A linguagem hipertextual no processo de avaliação da aprendizagem na EAD. Artefactum. Rio de Janeiro, v.1, p 1-11, 2015.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas. 2008.

INTERATIVIDADE na educação online: Prof. Marco Silva (UERJ). Instituto Federal da Bahia, 2021. 1 vídeo (2h:23min:53s). Publicado pelo canal IFBA Campus Eunápolis. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=5TJCSXwlerw&t=4217s. Acesso em: 10 de mai. de 2021.

JUNQUEIRA, E. S. A EAD, os desafios da educação híbrida e o futuro da educação. In: RIBEIRO, A. E.; VECCHIO, P. de M. (Org.). Tecnologias digitais e escola: reflexões no projeto aula aberta durante a pandemia. São Paulo: Parábola, 2020. p. 31-39.

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: editora 34. 1999.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1991

MALDONADO, A. E. REICHERT, J. (2010). A interatividade na educação a distância: o papel central da interatividade nos processos de ensino-aprendizagem na EAD. Comunicação & Educação, Universidade de São Paulo. 2010. p. 117-124. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/44851/48483. Acesso em: 14 jun. 2021.

MATTAR, J. RAMOS, D. K. Metodologia da pesquisa em educação: abordagens qualitativas, quantitativas e mistas. São Paulo: Edições 70. 2021.

MORIN, E. CIURANA, E. R. MOTTA, R. D. Educar na era planetária: o pensamento complexo pelo erro e pela incerteza humana. Tradução Sandra Trabucco Valenzuela. São Paulo: Cortez. UNESCO, 2003. Disponível em: https://abdet.com.br/site/wp-content/uploads/2015/04/Educar-na-Era-Planet%C3%A1ria.pdf. Acesso em: 13 jun. 2021.

MUNÕZ, C. M. S. MAFRA, P. Z. Conectar é preciso. In: LIBERALI, Fernanda Coelho (org.); et al. Educação em tempos de pandemia: brincando com um mundo possível. 1 ed. Campinas, São Paulo: Pontes editores, 2020. p. 73-80.

NÓVOA, A. A pandemia de covid-19 e o futuro da educação. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, v. 7, n. 3, p. 8-12, ago. 2020.

SANTOS, E. SILVA, M. A pedagogia da transmissão e a sala de aula interativa. In: TORRES, P. L. (Org.). Complexidade: redes e conexões na produção do conhecimento. 1ed.Curitiba, Pr.: SENAR, PR., 2014, p. 45-60. Disponível em: https://www.agrinho.com.br/site/wp-content/uploads/2014/09/2_02_A-pedagogia-da-transmissao.pdf. Acesso em: 20 mai. 2021.

SANTOS, E. C. SANTOS, R. F. F. Desafios e conflitos mediante adaptações tecnológicas para os professores em tempos de pandemia. In: RIOS, J. A. V. P. NASCIMENTO, L. G. M. Coletânea Profissão Docente na Educação Básica: profissão docente e ensino remoto emergencial. Curitiba. 1.ed. v. 6. 2021. E-Book. p. 50-62.

SANTOS, J. R. ZABOROSKI, E. A. Ensino remoto e pandemia covid-19: desafios e oportunidades de alunos e professores. Interacções. v. 16. n. 55. 2020. p. 41-57.

SANTOS, S.D.P. MARQUES, I. Q. A interatividade na educação a distância: contribuições dos recursos educacionais. Revista Intersaberes. Vol. 10, n.20, p. 327-342. 2015.

SILVA, M. Sala de aula interativa. Rio de Janeiro: Quartert, 3. ed. 2002.

Downloads

Publicado

2022-05-03

Como Citar

Farias, I. M. dos S., Viana, M. A. P., & Costa, C. J. de S. A. (2022). Ensino Remoto: relato de experiências da interação em contexto digital. EVISTA ELETRÔNICA ESQUISEDUCA, 14(34), 564–581. ecuperado de https://periodicos.unisantos.br/pesquiseduca/article/view/1249