TESTANDO OS FUNDAMENTOS DA TEORIA RELATIVIDADE GERAL: UM EXPERIMENTO NO IPECI – UNISANTOS

Autores

  • ANTONIO TADEU F. AMADO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Resumo

Um cientista que está familiarizado com outras teorias físicas nas quais
os símbolos com os quais lida são dotados de um significado experimental
direto deve ter muito cuidado e paciência no estudo da Relatividade
Geral. No início lógico da Teoria da Relatividade, encontramos, em
vez disso, apenas dois conceitos elementares: a ideia de coincidências no
espaço-tempo (eventos) e o tempo próprio; isso é tudo que existe em nosso
equipamento para a longa jornada do completo entendimento da Gravitação.
Todas as outras grandezas físicas, distância, ângulo, energia etc, têm
apenas um significado secundário e devem ser construídas, se possível, a
partir dos dois conceitos fundamentais; portanto, uma teoria completa
de medições é necessária. O Princípio da Equivalência historicamente desempenhou
um papel importante no desenvolvimento da Teoria da Gravitação.
Isaac Newton considerou este princípio como tal, a pedra angular
da Mecânica que ele dedicou ao parágrafo inicial dos Principia [Newton,
2002], afirmando na Definição I: esta quantidade que Eu quero dizer daqui
em diante em todos os lugares sob o nome de ... massa ... é conhecido pelo peso ...
pois é proporcional ao peso, como descobri em experimentos com pêndulos, feito
com muita precisão .... Em 1907, Einstein usou o princípio como elemento
fundamental da Relatividade Geral.
Em 2014, este projeto foi proposto a uma equipe de alunos de IC envolvendo
esse teste experimental clássico da Teoria da Relatividade Geral de
Einstein, conhecido como Experimento de Galileu para o Princípio da Equivalência
Fraco e teve a finalidade de determinar o coeficiente de Eötvos, um
parâmetro experimental relevante na determinação das variações da razão
entre a massa inercial e a massa gravitacional, um fundamento não da gravidade
newtoniana ou da Relatividade Geral, mas da ideia mais ampla de que
o espaço-tempo é curvo.

Biografia do Autor

ANTONIO TADEU F. AMADO, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Físico (PUCSP).
Professor Titular de
Física Geral-Curso
de Matemática
e Engenharia.
Universidade Católica
de Santos -Santos SPBrasil.

Publicado

2021-12-06