ANONYMOUS NA FOLHA DE S. PAULO

Autores

  • BEATRIZ DA SILVA ARAUJO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS
  • LIDIANE DO NASCIMENTO DINIZ FERNANDES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Resumo

Intitulada de diversas formas, a descentralizada e polêmica legião Anonymous mobilizou milhares de pessoas ao redor do mundo com ações hacktivistas que ultrapassaram telas de computadores e interferiram diretamente em governos, em grandes corporações e na imprensa. Na Folha de
S. Paulo, um dos principais veículos do Brasil, o Anonymous foi citado
pela primeira vez em 2008 e seguiu sendo pautado ao longo dos anos. A
partir disso, este artigo científico tem como base o Trabalho de Conclusão de Curso “Anonymous na imprensa: Análise da cobertura midiática
feita pelo site da Folha de S. Paulo” e se propõe a sintetizar os resultados
obtidos a partir de análises quantitativas e qualitativas desenvolvidas na
pesquisa inicial. Foram tabulados 13 anos (2008 – 2020) de publicações,
desdobrados em 366 textos. Valendo-se de teorias do jornalismo e técnicas
de análise do discurso, além de se debruçar sobre o hacktivismo, a história
do Anonymous e da Folha de S. Paulo, serão expostas nuances de como o
Anonymous foi retratado ao público ao longo dos anos e quais decisões
editoriais foram tomadas na cobertura.

Biografia do Autor

BEATRIZ DA SILVA ARAUJO, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Graduada em
Jornalismo pela
Universidade Católica
de Santos (2021).
Na área acadêmica,
além da monografia
“Anonymous na
imprensa: Análise da
cobertura midiática
feita pelo site da
Folha de S. Paulo”,
desenvolveu a Iniciação
Científica “Fake News
e o Jornalismo: os
impactos e as mudanças
na rotina da produção
de conteúdo da notícia
pelos profissionais
de imprensa”.
P ó s - g r a d u a n d a
em Jornalismo
I n v e s t i g a t i v o .
Experiência em
reportagem de veículos
impressos e digitais,
assessoria, comunicação
interna, conteúdos
para redes sociais e
produções audiovisuais.

LIDIANE DO NASCIMENTO DINIZ FERNANDES, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Graduada em
Jornalismo pela
U n i v e r s i d a d e
Católica de Santos
(2000), é mestre
em Comunicação
Social, com ênfase
em Processos
Comunicacionais, pela
Universidade Metodista
de São Paulo (2010).
Atuou em redações
de jornais diários,
veículos digitais e na
produção de conteúdo
jornalístico para redes
sociais, tendo trabalho
ainda como Analista
de Comunicação
para o setor público e
organizações privadas.
É professora dos
cursos de Jornalismo
e Relações Públicas
da Universidade
Católica de Santos.

Publicado

2022-04-11