A CONDIÇÃO DA MULHER AFRO-BRASILEIRA SOB A ÓTICA DE LIMA BARRETO: UMA ANÁLISE SOCIOCRÍTICA DE CLARA DOS ANJOS

Autores

  • NATASHA PESSOA DE ALBUQUERQUE MOURA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS
  • ROSA MARIA VALENTE FERNANDES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Resumo

A inferiorização da cultura e do potencial dos grupos afro acabou, a priori,
manifestada na arte ora através do silêncio, ora por meio de uma realidade
distorcida, parcial, contada pela voz branca. Em um segundo momento,
sobretudo a literatura serviu para criticar os princípios excludentes, iniciativa na qual Lima Barreto se mostrou bastante engajado, dado o sentimento de injustiça nascido das situações de preconceito que o escritor negro,
humilde, tanto sofreu quanto presenciou ao longo de sua trajetória. Clara
dos Anjos foi um de seus mais célebres trabalhos, denunciando especificamente a exploração das mulheres negras e mestiças moradoras dos subúrbios brasileiros; assim, este artigo traça um paralelo entre o contexto social
do Brasil no século XX e o discurso da obra, afirmando a senda literária
enquanto lugar de resistência.

Biografia do Autor

NATASHA PESSOA DE ALBUQUERQUE MOURA, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Licenciada em Letras
pela Universidade
Católica de Santos

ROSA MARIA VALENTE FERNANDES, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Licenciada em Letras
pela Universidade
Católica de Santos.
Mestrado e Doutorado
pela USP. Atua na
Universidade Católica
de Santos como
professora de Teoria da
Literatura, Literatura
Portuguesa, Semiótica e
Língua Francesa.

Publicado

2022-04-11