A Pedagogia novamente em questão

Autores

  • Giseli Barreto da Cruz Universidade Federal do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Pedagogia. Epistemologia da pedagogia. Teoria e prática da Educação. Curso de Pedagogia.

Resumo

O artigo retoma o debate epistemológico sobre a pedagogia, com o objetivo de acentuar a sua condição de teoria e prática da educação. O contexto que circunda a análise e para o qual ela se dirige é o de crítica à pedagogia das competências, tendência expressa nos marcos regulatórios atuais para a formação de professores. Compreende-se que sendo o curso de Pedagogia destinado à formação profissional para o trabalho docente na sala de aula e na organização e gestão pedagógica escolar e não escolar, a formação por ele oferecida não pode ser restringida a uma visão reducionista da própria pedagogia. A discussão, exclusivamente teórica, se apresenta em torno de dois eixos argumentativos, sendo o primeiro com ênfase na essência da pedagogia a partir da relação que estabelece com a educação e o segundo voltado para as teorizações em torno do saber que lhe é específico.

Biografia do Autor

Giseli Barreto da Cruz, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora Associada da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UFRJ. Supervisora de pós-doutorado e orientadora de doutorado, mestrado, especialização, graduação e iniciação científica. Possui Estágio Pós-Doutoral em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) com o apoio do CNPq (PDJ); Doutorado e Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio); Especialização em Supervisão, Orientação e Administração Escolar pela Universidade Federal Fluminense (UFF); e Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Santa Úrsula (USU).

Referências

BOURDIEU, P. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. Tradução de Denise Barbara Catani. São Paulo: Editora UNESP, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP 1/2006. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, 16 de maio de 2006, Seção 1, p. 11.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP 2/2015. Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília, Diário Oficial da União, seção 1, n. 124, p. 8-12, 2 de julho de 2015.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP 2/2019. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação).

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP 1/2020. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Continuada de Professores da Educação Básica e Base Nacional Comum para a Formação Continuada de Professores da Educação Básica (BNC-Formação Continuada).

CAMBI, F. História da pedagogia. São Paulo: UNESP, 1999.

CRUZ, G. B. da. Curso de Pedagogia no Brasil na visão de pedagogos primordiais. Tese de Doutorado em Educação. Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2008.

CRUZ, G. B. da. 70 anos do curso de pedagogia no Brasil: uma análise a partir da visão de dezessete pedagogos primordiais. Educação & Sociedade, v.30, n.109, p. 1187-1205, 2009.

CRUZ, G. B. da. Curso de Pedagogia no Brasil: história e formação com pedagogos primordiais. Rio de Janeiro: WAK, 2011.

CRUZ, G. B. da. Teoria e prática no curso de pedagogia. Educação e Pesquisa, v.38, n.01, p.149-164, 2012.

CRUZ, G. B. da; LÜDKE, M. La pédagogie en question. Penser l’éducacion: Philosophie de l’éducacion et histoire des idées pédagogiques, n.34, p.7-26, 2014.

DURKHEIM, E. Educação e Sociologia. 12. ed. Tradução de Lourenço Filho. São Paulo: Melhoramentos, 1978.

ESTRELA, A. Pedagogia ou ciência da educação. Revista Portuguesa de Pedagogia, ano XVI, p. 367-372, Coimbra: Universidade de Coimbra, 1980.

ESTRELA, A.; FALCÃO, M. Para uma definição do estatuto epistemológico das ciências da educação. Revista Portuguesa de Pedagogia, ano XXVI, p. 367-372, Coimbra: Universidade de Coimbra, 1990.

FABRE, M. Existem saberes pedagógicos? In: HOUSSAYE, J.; SOËTARD, M.; HAMELINE, D.; FABRE, M. Manifesto a favor dos pedagogos. Porto Alegre: ArtMed, 2004. (p. 96-120).

FRANCO, M. A. S. Pedagogia como ciência da educação. Campinas, SP: Papirus, 2003.

FRANCO, M. A. S.; LIBÂNEO, J. C.; PIMENTA, S. G. Elementos para a formulação de diretrizes curriculares para cursos de pedagogia. Cadernos de Pesquisa, v. 37, nº. 130, p. 63-97, jan. 2007.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

HOUSSAYE, J.; SOËTARD, M.; HAMELINE, D.; FABRE, M. Manifesto a favor dos pedagogos. Porto Alegre: ArtMed, 2004.

HOUSSAYE, J. Pedagogia: justiça para uma causa perdida? In: HOUSSAYE, J.; SOËTARD, M.; HAMELINE, D.; FABRE, M. Manifesto a favor dos pedagogos. Porto Alegre: ArtMed, 2004. (p. 9-45).

JAEGER, W. Paideia: los ideales de la cultura griega. México: Fondo de Cultura Económica, 1957.

LIBÂNEO, J. C. Pontos críticos dos atuais cursos de pedagogia. Presença Pedagógica, v. 11, nº. 65, p. 52-63, set. 2005.

MIALARET, G. As ciências da educação. Lisboa: Moraes, 1976.

PIMENTA, S. G. Pedagogia, ciência da educação? São Paulo: Cortez, 1996.

QUINTANA CABANAS, J. M. Teoria de la educación: concepción antinómica de la educación. Madri: Dykinson, 1995.

SAVIANI, D. A pedagogia no Brasil: história e teoria. Campinas: Autores Associados, 2008.

_______. Pedagogia: o espaço da educação na universidade. Cadernos de Pesquisa, v. 37, nº.130, p. 99-134, jan. 2007.

SCHMIED-KOWARZIK, W. Pedagogia dialética: de Aristóteles a Paulo Freire. São Paulo: Brasiliense, 1983.

SILVESTRE, M. A.; PINTO, U. de A. (orgs.). Curso de pedagogia: avanços e limites após as diretrizes curriculares nacionais. São Paulo: Cortez, 2017.

SOËTARD, M. Ciência(s) da educação ou sentido da educação? A saída pedagógica. In: HOUSSAYE, J.; SOËTARD, M.; HAMELINE, D.; FABRE, M. Manifesto a favor dos pedagogos. Porto Alegre: ArtMed, 2004. (p. 47-69).

SUCHODOLSKI, B. A pedagogia e as grandes correntes filosóficas. 2ª. ed. Lisboa: Livros Horizonte, 1978.

Downloads

Publicado

2021-11-14