VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: O IMPACTO DESSA PRÁTICA NA SOCIEDADE BRASILEIRA

Autores

  • BEATRIS GOMES DA SILVA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS
  • LARYSSA DE OLIVEIRA MORINIGO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS
  • THALITA DE JESUS MARQUES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Resumo

Este artigo procura analisar o impacto da prática da violência contra a mulher
no Brasil, mostrando a cultura patriarcal acerca das relações estabelecidas
entre o homem e a mulher desde a criação da sociedade e durante
sua evolução. Com isso, procura-se evidenciar as medidas legislativas para
erradicar a violência através de políticas públicas em auxílio as vítimas.
Os dados analisados buscam elucidar a real eficácia das ações afirmativas
e mecanismo do aparato jurídico criado a partir da Lei Maria da Penha,
mostrando a negligencia do Estado brasileiro como provedor e da sociedade
enquanto fiscalizadora pela falta da abrangência total da lei e ações em
todo o território nacional, e na falta de uma resposta imediata as vítimas
desencadeando consequências graves para toda a sociedade.

Biografia do Autor

BEATRIS GOMES DA SILVA, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Graduada em Relações
I n t e r n a c i o n a i s
pela Universidade
Católica de Santos. Já
participou do grupo
de pesquisa de política
externa durante a
graduação. Interessase
por direitos
humanos e violência
contra a mulher.

LARYSSA DE OLIVEIRA MORINIGO, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Graduada em Relações
Internacionais pela
Universidade Católica
de Santos. Interessase
por direitos
humanos, temática da
mulher e segurança
internacional.

THALITA DE JESUS MARQUES, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Graduada
em Relações
I n t e r n a c i o n a i s
pela Universidade
Católica de Santos. Já
participou do grupo
de pesquisa de política
externa durante a
graduação. Interessase
por direitos
humanos, temática da
mulher e jornalismo
internacional.

Publicado

2021-12-06