OPINIÃO PÚBLICA E POLÍTICA EXTERNA: O CASO DE PASADENA AOS OLHOS DO GRUPO GLOBO

Autores

  • DANIEL REI CORONATO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS
  • ENZO FRANCISCATTO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS
  • LETÍCIA CRISTINA ALENCAR LIMA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS
  • LUCAS FERNANDES DIAS UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Resumo

Este artigo objetiva compreender a crescente conexão entre os conceitos
de Opinião Pública e Política Externa Brasileira dentro do campo das
Relações Internacionais. Para tanto, este estudo utiliza a repercussão feita
pelo Grupo Globo – maior empresa de comunicação do país – sobre o
escândalo da refinaria de Pasadena – caso de corrupção na Petrobrás que
havia sido atribuído à ex-presidente Dilma Rousseff. Este trabalho propõe-
-se a explicar o aumento de poder do ator não-estatal opinião pública
dentro do Estado brasileiro, ao ponto de influenciar o curso político da
nação. Para cumprir a proposta, buscou-se uma metodologia que objetivou realizar um amplo levantamento sobre a opinião pública, em especial
aquelas publicadas pelo Grupo Globo sobre o caso de Pasadena em suas
principais plataformas de comunicação.

Biografia do Autor

DANIEL REI CORONATO, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Doutor em Relações Internacionais pelo
Programa de PósGraduação em
Relações Internacionais
San Tiago Dantas
(UNESP, UNICAMP e
PUC-SP). Coordenador
do Grupo de Análise
de Conjuntura
Internacional vinculado
ao IPECI (Instituto de
Pesquisas Científicas
e Tecnológicas) e
professor de Relações
I n t e r n a c i o n a i s
e Histórica da
Universidade Católica
de Santos.

ENZO FRANCISCATTO, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Bacharel em Relações I n t e r n a c i o n a i s
pela Universidade
Católica de Santos

LETÍCIA CRISTINA ALENCAR LIMA, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Bacharelanda em
Relações Internacionais
pela Universidade
Católica de Santos

LUCAS FERNANDES DIAS, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

Bacharel em Relações I n t e r n a c i o n a i s
pela Universidade
Católica de Santos

Publicado

2022-04-11